Segurança na Loja Virtual: por que investir?

A segurança na loja virtual é um tema absolutamente essencial para o dono de um e-commerce. Esse tema exige atenção e muita seriedade. Marcas que apostam na proteção e preservação dos dados de seus clientes apresentam maior confiabilidade e crescimento superior, em relação às que não dão a devida relevância ao assunto.

Quanto maior é a segurança oferecida pelo seu negócio, melhores são as vendas e a percepção do consumidor sobre a sua marca, levando-o a se fidelizar e recomendar a loja para amigos e fazer avaliações positivas nas redes sociais.

Vamos entender um pouco mais sobre a importância do investimento em segurança no seu e-commerce? Confira!

A importância da segurança na loja virtual

Existem muitos oportunistas na internet que criam páginas falsas que se utilizam dos mais diversos artifícios para enganar as pessoas e, dessa forma, roubar seus dados pessoais e gerar boletos enganosos para roubar dinheiro.

Isso ocorre com mais frequência quando o vendedor faz suas negociações via Facebook ou Instagram, sem um suporte de uma loja virtual completa e customizada.

Tais problemas trazem inúmeros prejuízos tanto para o consumidor quanto para a empresa na qual ocorreu o golpe. Isso faz com que muitas pessoas se sintam inseguras para realizar suas compras na internet.

Por isso, investir em segurança, em selos e em uma plataforma eficiente de e-commerce são ações altamente relevantes para gerar confiança, elevar os resultados e atrair cada vez mais clientes para o seu negócio virtual.

Os principais riscos aos quais o e-commerce está sujeito

Atualmente, os ataques online estão cada vez mais modernos, inteligentes e discretos. Até mesmo as lojas maiores e sites de bancos estão sujeitos às ameaças da web.

Os riscos mais comuns para a na loja virtual ocorrem por meio de vírus e programas maliciosos, os famosos malwares, que se infiltram no servidor, para obter acesso ao seu banco de dados.

Então, os cibercriminosos agem modificando as informações da página, como os preços de produtos e seus valores, com o objetivo de roubar os dados de cartões de crédito e informações pessoais dos seus clientes, afetando negativamente a sua reputação.

Para o empreendedor, quanto maior o interesse em se informar e aprimorar a proteção e os recursos de seu negócio, melhores serão os resultados. Afinal, ninguém vai querer se fidelizar a uma loja que não cuida de seu maior ativo: sua clientela.

5 dicas para aumentar a segurança na loja virtual

1. Utilize certificados digitais

Todos os empreendimentos que trabalham com informações pessoais de terceiros devem contar com certificados digitais para a proteção desses dados.

Sua principal função é codificar as mensagens enviadas da empresa ao cliente e vice-versa, para que elas sejam indecifráveis para terceiros, que, porventura, invadam a sua rede. A descriptografia só ocorre quando a mensagem é recebida pelo destinatário.

Ao adquirir um certificado seu site será exibido com protocolo HTTPS, elevando a segurança do usuário.

Também existem outras certificações como o SSL, que é amplamente adotado pelo e-commerce, pois é mais abrangente e faz uma validação estendida, conferindo a veracidade dos dados da empresa, para saber se ela realmente é a dona do domínio e efetuar a transação.

Isso é de absoluta importância para evitar que terceiros utilizem o seu endereço web para aplicar golpes em seus clientes.

2. Faça atualizações regulares

As lojas virtuais normalmente são estruturadas sob plataformas para catalogar e precificar produtos, aceitar diferentes formas de pagamento, entre outros.

Para que esse sistema funcione corretamente, oferecendo proteção ao empreendedor e seus consumidores, o ideal é atualizar periodicamente o sistema, para a correção automática de possíveis bugs e/ou vulnerabilidades.

Se você não acha isso tão relevante, pare e pense: a internet é dinâmica e apresenta novidades constantemente. Com elas, também surgem novas invasões e vulnerabilidades de sistema.

Então, para que a segurança na loja virtual seja efetiva, é essencial que todas as suas ferramentas e soluções estejam atualizadas, já que todos os dias são criados novos golpes, fraudes e técnicas de engenharia social.

3. Incentive a criação de senhas seguras

Muitas pessoas têm o hábito de utilizar sempre as mesmas senhas para o acesso aos sites que costumam visitar para fazer transações e resolver problemas online.

No entanto, essas senhas podem ser de fácil adivinhação, como data de aniversário, de nascimento ou até o seu próprio número de telefone. Por mais inocente que isso pareça, se trata de uma brecha que pode ser utilizada por pessoas próximas para fazer compras em nome do cliente.

Para evitar esse tipo de dor de cabeça, o ideal é só aceitar o cadastro de senhas seguras, que sejam o conjunto de:

  • pelo menos uma letra maiúscula;
  • letras minúsculas;
  • números não sequenciais;
  • caracteres especiais.

Assim, será criada uma senha difícil, evitando que hackers e demais cibercriminosos consigam descobrí-la por meio da engenharia social, evitando o acesso indevido à conta.

4. Mostre a confiabilidade do seu site

Nos dias de hoje, os usuários estão prontos para realizar suas compras com apenas alguns cliques. Porém, se ao longo do processo a pessoa desconfiar de que há algo de errado com a página, ela provavelmente abandonará o carrinho e buscará o mesmo produto na concorrência.

Para evitar essa ação, vale a pena deixar a vista os selos de blindagem do site a vista, tanto na página principal como no carrinho de compras e nas páginas de cadastro e fechamento da transação, mantendo o cliente na loja virtual até a sua finalização.

5. Faça testes

Uma maneira altamente eficaz para verificar a segurança da sua loja é por meio da realização de compras periodicamente. Além de ser uma prática bastante simples, essa ação permite ao dono do negócio fazer a criação de uma checklist por etapas.

Por exemplo: selecione um determinado produto, visualize e dê início à compra. Nesse processo, fique atento se o cadeado no canto superior esquerdo da página está ativo, indicando que os dados estão seguros.

Caso perceba alguma atividade fora do comum, entre imediatamente em contato com a empresa que fornece o serviço de segurança e a plataforma do e-commerce informando o ocorrido.

Ao fazer isso, o gestor se coloca no lugar de seu cliente. Isso mostra a preocupação com a proteção e o funcionamento do sistema. Quanto mais aperfeiçoamentos forem adotados ao longo do tempo, maior será a sua vantagem competitiva frente a concorrência.

O empreendedor que resolve se aventurar nas vendas online precisa se preparar para oferecer o máximo de segurança na loja virtual para seus clientes. Assim, você inspira as pessoas a confiarem no seu site, promovendo engajamento e fidelização, garantindo o sucesso das suas vendas e a solidificação da sua marca no mercado.

Agora que você entende um pouco mais sobre a segurança na loja virtual, fique à vontade para entrar em contato conosco para conhecer mais sobre lojas, templates e plataformas virtuais, gerando maior confiabilidade no público e melhores resultados para o seu negócio!

Comentários do Facebook

2 comentários

  1. Pingback: Conheça as 4 maiores lojas virtuais de Pet Shop para se inspirar​ - Passo a Passo Simples

  2. Pingback: Guia completo com tudo que você precisa saber sobre atendimento on-line - Passo a Passo Simples

Deixe seu comentário